domingo, 12 de fevereiro de 2012

Quésia M. Gracez

Prezados leitores, por indicação de nosso excelente poeta Dhiogo José Caetano, um dos vencedores do Prêmio Interarte 2011 e colaborador deste Blog, temos a honra de apresentar também a poetisa Quésia M. Gracez, de natural de São Leopoldo, no Rio Grande do sul. Além de poeta de grande sensibilidade, dedica suas horas vagas utilizando seu excelente blog “Caminho das Esmeraldas”, onde expressa as suas experiências de vida. Observadora que adora analisar as coisas a sua volta para depois transmitir no papel, tendo como resultado os mais diversos e criativos textos. Mantém coluna mensal no Jornal TodaHora e realiza postagens no Portal Literal do terra e escreve na Revista Vitrine. Em paralelo da continuidade ao projeto Caminho das Esmeraldas, o livro. Confiram a poesia a seguir. Vale a pena!

Said Dib

Verdade!?

As vezes penso porque estamos aqui?
O que devemos fazer?
Para onde devemos caminhar?
O que devemos pensar?
Julgamos agir sempre de forma correta, sendo os outros os errados, mas me digam o que é certo? E o que é errado?
O que é verdadeiro perante os olhos de Deus?
Devemos nós assistir o pôr do sol na beira do mar?
Ou devemos trabalhar até nos esgotar?
Caminhando segue a humanidade, cada qual com suas escolhas, cada um com suas
verdades.
Mas parece-me que ela, a verdade, esconde-se atrás de um tênue véu cor de rosa, onde enxergar através dele é imensamente fácil, mas quase impossível. Por vezes admirar este véu, no balançar suave do vento torna-se mais atrativo e cômodo, do que esticar os
braços e remover o véu de nossos caminhos enxergando assim o que existe por trás
dele.
Mas seguimos, seguimos alguns guiados pela razão e outros pela emoção.
Os anos passam, os séculos mudam, mas o sentido de aqui estarmos, aqui vivermos
permanece intacto ao longo da linha eterna do tempo.
Aquela bela praia iluminada pelos raios de sol na aurora da manhã, não muda será
sempre a mesma. Apenas nós seres humanos temos o dom divino, de mudar as coisas ao nosso redor.
Não somos anjos iluminados, nós podemos fazer escolhas, procurar nosso caminho.
Certo que seria muito mais fácil sermos todos belos anjos celestiais. Mas não, somos
seres humanos! Com erros e acertos, sempre a escolher caminhos e verdades.
Talvez sim, um dia anjos, mas por hora estamos todos neste mundo cada vez mais
conturbado e com uma grande quantia de absurdos.
Toda via, creio que resta a nós é acreditar em nossa humanidade e no sentimento
verdadeiro que existe em nossos corações.

Quésia M. Gracez
Fone - 51 3272 0055
Facebook - Quésia M. Gracez
Conheça o blog:

Um comentário:

  1. Caro Said Did !
    Fica aqui o meu verdadeiro e singelo agradecimento, por poder expressar meus pensamentos e sentimentos, em seu conceituado blog.
    Abraçosss

    ResponderExcluir