terça-feira, 9 de março de 2010

PEC300: José Genuíno quer sabotar candidatura Dilma. Só pode ser isso...


Por Said Dib

Este blog já advertia, diante da comemoração antecipada quando da votação da PEC300, das manobras do governo para enganar policiais e bombeiros. Nenhum deputado, oficialmente, votou contra, mas as armações regimentais do PT acabaram por inviabilizar as conquistas da categoria. A verdade é que os quatro destaques apresentados por deputados petistas à PEC 300/08, capitaneados por José Genuíno (que realmente sabe tudo de regimento), descaracterizaram o texto-base da proposta, aprovado na terça-feira passada. Um deles pede a exclusão do valor do piso da categoria. Outro acaba com a obrigatoriedade de os reajustes serem aplicados, no máximo, após 180 dias da promulgação da emenda constitucional. Os outros dois não aceitam o necessário complemento financeiro a ser dado pelo governo federal. Sem tais recursos é óbvio que a maioria dos estados, amordaçados pela famigerada “Lei de Responsabilidade Fiscal, não teriam como adotar o aumento salarial da categoria contido na PEC. A análise desses destaques em plenário é condição para que a Câmara conclua a votação da matéria em primeiro turno. Após essa fase, a matéria terá de passar por outro turno de votação para, somente então, seguir ao Senado. Se quiserem manter o texto-base, agora os deputados favoráveis à PEC terão de reunir, no mínimo, 308 votos favoráveis em cada um dos quatro destaques.
Para José Genoino (PT-SP), autor de uma das espertezas, a proposta teria que ser melhor discutida e coisa e tal. O traíra autor dos outros três destaques foi o líder do PT na Câmara, Fernando Ferro (PE). Anotem o nome aí. Os deputados favoráveis à matéria ainda não desistiram. Pretendem obstruir todas as votações na Câmara – à exceção de matérias relacionadas aos aposentados - até que a PEC seja analisada. Estão mobilizados e atentos. Além da obstrução, querem também invalidar os destaques dos deputados petistas baseados no regimento interno da Casa, que afirma que os destaques não podem alterar substancialmente o conteúdo da matéria em votação. O deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) chegou a levar à questão para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). E o major Fábio, segundo o site “Congresso em Foco”, desmascarou o governo Lula, afirmando que a categoria está revoltada com o atraso na análise da proposta: “Eles não querem mais conversa. O governo Lula nos traiu. A orientação do governo é acabar com a PEC 300”. Segundo o major paraibano, “os PMs foram dormir festejando” após a aprovação do texto-base e, no outro dia, ficaram frustrados porque a matéria não foi concluída. “Aqui na Paraíba, a indignação é completa”, demonstra. “Nos trataram como analfabetos, burros, jumentos”, desabafou.
Na quarta-feira (3), um dia após a aprovação do texto-base, a Câmara votou apenas um destaque à PEC 300, que estendeu seus benefícios aos inativos e aos policiais e bombeiros militares dos ex-territórios do Amapá, Rondônia e Roraima. Contudo, com o quorum baixo para uma votação de emenda constitucional (324 deputados), a sessão foi encerrada. Para o deputado, a falta de parlamentares no plenário para a votação foi orientação do governo. O deputado Capitão Assumção, em pronunciamento em plenário, demonstrou toda sua indignação contra a manobra feita pelo partido do Governo na tentativa de boicotar a PEC 300. Mas pediu à categoria que não se entregue. Segundo ele, de nada adiantará as artimanhas do governo, pois agora todos os policiais e bombeiros militares do país já se encontram mobilizados e não irão esmorecer perante as dificuldades. Disse ainda que novas caravanas serão organizadas nos estado com destino à Capital Federal para que se cumpra o que foi votado na terça-feira última (2) e que se derrube os destaques espertalhões do PT.

Veja também:

Site Congresso em Foco:

* Como os Deputados Votaram a PEC300
* Deputados denunciam manobra para adiar votação da PEC300
* Destaques de Petistas Desfiguram PEC300

PEC 300 Modificada:
Veja as alterações

Capitão Assumção demonstra indignação contra manobra do governo
Clique aqui para conferr...

Major Fábio condena manobra do governo contra PEC 300
>Clique aqui para conferir

9 Motivos para aprovarem a PEC300 -
aqui

5 comentários:

  1. Triste essa situação de nós policiais militares, que fizemos um juramento onde defenderiamos se preciso fosse com a própria vida, a sociedade. Incluindo a vida desses deputados que detem o poder de acabar com este salário mediucre ao qual recebemos...salário este que não vale a minha vida, salário este que não paga o futuro de meus filhos, salário este que não é digno e nem suficiente para viver tranquilo com efetiva segurança para a familia do policial. Infelizmente vivemos o descaso para com essa classe tão massacrada pelos detentores do poder, que dizem estar agindo com "democrácia", que "democrácia" é essa?
    que estabelece o que somente eles desejam... o que o povo mesmo deseja não acatam... saiam nas ruas senhores deputados, vejam vossas excelência, escute o que o povo fala a respeito da pec 300, em vez de ficar sentado em uma poutrona, ou em uma praia, talves até mesmo no seu clube da alta sociedade, veja a luta dos policias com marginalidade que cerca nosso País, veja os noticiários, proucure saber quantas vidas de policiais são ceifadas por baterem de frente com a criminalidade... Triste este fato, lamentavel!...
    "Alguns policias em busca de melhorias saláriais, lutando pela pec 300, perderam a vida em um trágico acindente no caminho de Brasilia para acompanhar um sonho que estava próximo de se tornar real", mas isso para algus deles não significam nada, pois eram apenas policiais. Graças a alguns deputados que ponderam em não reconhecer o valor da vida de um guerreiro polícial... Lamentavel! mas este é nosso País, esta é a bandeira ao qual nos brasileiros buscamos defender... infelizmente uma bandeira que está maculada com o desrespeito para com o profissional, desrespeitando para com patria gentil com ações vergonhosas... Espero, que uma luz brilhe em vossas consciências senhores deputados, e veja que a democrácia neste País tem que voltar a funcionar, que a democrácia neste País vem do povo... o povo desejou que vossas excelências os representessem,mas para fazer o melhor para com eles e não para fazer o melhor a si... a Democrácia deve beneficar o povo de uma forma geral, e não somente a seus representantes... lamentável...
    Exigimos respeito... pm indignado, pressão, paralização... pec 300 já...

    ResponderExcluir
  2. MEU TIO,QUE MORA EM GOIÂNIA GOIÁS UM DESEMBARGADOR APOSENTADO NA EPÓCA,ESTAVA NA ATIVA EM CONVERSA FORMAL ME DISSE QUE O ZÉ GENUINO FOI UM DOS PRINCIPAIS CULPADOS PELO EXTEMINIO DA CÚPULA DO MOVIMENTO DA GUERRILHA DO ARAGUAIA,FOI UM ACORDO ENTRE ELE EO DOPS PARA FICAR IMSENTO DE DURAS PENAS,MEU TIO NÃO É HOMEM DE SE ENGANAR E NEM DE MENTIR NO MAXÍMO E DEVE TER SE ENGANADO POIS SE ISSO FOR VERDADE ELE O ZÉ É UM GRANDE CRÁPULA OU SEJA TEMOS UM VERDADEIRO JUDAS NAS ENTRANHAS DO PODER OU VÁRIOS.

    ResponderExcluir
  3. É UMAPENA SERMOS ENGANADOS POR ESTES POLITICOS QUE NADA TER A VER COM A SEGURANÇA PÚBLICA, NÃO PRECISAM DE POLICIA, ODEIAM NOSSA CLASSE,AINDA BEM QUE EXISTE OUTROS ORGAÕS QUE PODEM FISCALIZAR ESTES MALDITOS CORRUPTOS, QUE SUGAM CADA CENTAVO DO NOSSO POVO

    ResponderExcluir
  4. BEMMMMMMM FEITOOOOOOOOOOOO JOSE JENUINO NAO CONSEGUIU SE ELEGER. FOI CONTRA OS APOSENTADOS E CONTRA OS POLICIAIS MILITARES, OLHA NO QUE DEU.

    ResponderExcluir
  5. Teremos que jogar com as mesmas cartas.Se a PEC for aprovada antes das eleições votaremos em Dilma, se não for aprovada não votamos nela para o pt aprender a lição e saber que não somos otários.Anônimo

    ResponderExcluir