quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Simon elogia a reforma administrativa e diz que Sarney merece o respeito da casa

Em discurso no plenário, o senador Pedro Simon (PMDB-RS) felicitou o presidente José Sarney pelo trabalho até agora realizado na reforma administrativa do Senado. Simon declarou que o trabalho do presidente Sarney na reforma administrativa é um trabalho muito importante. "Eu acho que V. Exª deve estar feliz, porque recebe o respeito da Casa, independente das coisas que passaram, a Casa decidiu nesse sentido e ela é absolutamente soberana nessa questão", disse o senador.

O senador gaúcho declarou que o presidente Sarney tem razão quando diz que receber um trabalho pronto parece fácil, mas foi uma luta muito grande trazer a fundação Getúlio Vargas para elaborar a proposta de reforma administrativa. Na opinião de Simon, a Fundação Getúlio Vargas apresentou uma proposta muito importante, porém com alguns pontos com os quais ele não concorda, como por exemplo, que a TV Senado fique apenas 12 horas no ar. "Acho que deve ficar 24 horas. A TV Senado está prestando um serviço fantástico à sociedade brasileira. Em minha opinião, mudou o sentimento do Congresso brasileiro com a TV Senado", declarou Simon.

A tramitação do projeto de resolução, sobre a reforma administrativa, permitirá a ampliação do debate sobre o assunto, disse Simon. Questões como essa que devem ser debatidas pelos senadores, disse Simon. "O senhor, é mais moço do que eu, mas foi presidente da República e, pela terceira vez, o presidente do Senado", destacou Simon, para afirmar que "a imprensa coloca de uma maneira maldosa, que nós aqui terminamos em pizza, que não fizemos nada, não resolvemos nada, não fizemos coisa nenhuma, mas o Senado enfrenta seus problemas e cumpre com o dever, ao contrário do que faz a Câmara Legislativa de Brasília, que entra em recesso quando recebe o pedido de impeachment do governador".

Pedro Simon ressaltou ainda que o Senado enfrentou sérios problemas, "mas acho que nós estamos cumprindo o nosso projeto, estamos avançando na nossa etapa". Nos elogios ao presidente do Senado, Simon lembrou que quando ministro do Governo Sarney pediu a demissão por acusação corrupção do filho de um membro da Academia Brasileira de Letras, amigo do presidente Tancredo Neves, que o havia escolhido para o cargo... ... V. Exª concordou na demissão. Então, eu vejo nesse final de ano, principalmente nesse entendimento final, que nós talvez possamos iniciar um ano muito importante no ano que vem. Com toda a sinceridade", disse Simon.

Veja trecho do pronunciamento no vídeo a seguir...

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário