segunda-feira, 18 de maio de 2009

Política e Internet

Revista divulga estudo sobre a imagem pública digital de políticos

Como está a imagem pública digital de dois dos potenciais candidatos ao governo do estado nas eleições de 2010: o atual governador Eduardo Campos e o senador Jarbas Vasconcelos? Nesta quinta-feira, a Revista Bites divulga um estudo inédito sobre a força nas redes sociais (blogs, orkut, facebook, myspace e youtube) destes políticos pernambucanos, levantando comentários positivos e negativos dos “formadores de opinião” na Internet.

Cique aqui para conferir o resultado da pesquisa

As redes sociais e a eleição de 2010: o caso Pernambuco

A disputa entre o governador Eduardo Campos e o senador Jarbas Vasconcelos na web 2.0”é o nome da pesquisa realizada entre os meses de janeiro e março deste ano. No Orkut, por exemplo, o senador teve no período analisado identificadas três comunidades favoráveis com um total de 920 participantes. O governador também tinha na época do levantamento três comunidades com mais de 7.000 apoiadores.
De acordo com Manoel Fernandes, Publisher da Bites, este é o primeiro trabalho da série que a revista vai fazer sobre a imagem dos políticos dentro da internet. Nos EUA, o presidente Obama foi o primeiro político a utilizar as ferramentas da web 2.0 para conquistar o apoio do eleitorado americano. Quando era candidato, ele somou mais de 13 milhões de endereços de e-mails, dois milhões de participantes do site MyBarackObama.com e cinco milhões de apoiadores em mais de 15 outras redes sociais, incluindo o Facebook, onde 3,2 milhões de usuários manifestaram sua preferência. No Twitter, Obama chegou a ter mais de 160 mil seguidores. Agora, como presidente, ele usa a mesma estratégia para conquistar o público de redes sociais.
Da Redação do www.diariodepernambuco.com.br

Um comentário:

  1. Sérgio Rodrigues19 de maio de 2009 06:36

    Uma excelente utilização das redes sociais.
    Contudo, se a sua utilização for combinada com e-mail marketing o retorno será ainda maior.
    Este artigo é um bom exemplo:
    E-mail marketing + redes sociais = Adeus á crise!

    ResponderExcluir